Compartilhe!

Brasil x InglaterraÉ só o primeiro jogo da Seleção Brasileira sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Diferente do que Mano Menezes estava acostumado, dessa vez o jogo foi contra um adversário de alto nível e que estava jogando em casa.

Analisando apenas o resultado, perder por 2×1 para a Inglaterra nem foi tão ruim. E de fato, não foi o fim do mundo, principalmente pelo pouco tempo que o time teve para se entrosar.

Apesar da derrota, há alguns pontos positivos que merecem ser destacados:

Goleiro

Era uma posição que estava meio indefinida, já que o Mano Menezes havia testado diversos jogadores, como Diego Alves, Rafael, Jefferson, etc. Titular na estréia do Felipão, Júlio César (que aliás, está ótimo fisicamente) mostrou que tem condições de ser o Camisa 1 da Seleção na Copa das Confederações. Tava pegando até pensamento, e está isento de culpa nos dois gols sofridos hoje.

Defesa

É David Luiz & Thiago Silva. Infelizmente, como o jogador do PSG está lesionado, o Dante foi quem jogou ao lado do cover do Anderson Varejão (parece pra caramba, né?). Totalmente desentrosada, a zaga não foi bem. Não só os dois zagueiros, como também a dupla de volantes Paulinho e Ramires, que ficaram sobrecarregados já que também tinham que cobrir o espaço que os laterais Daniel Alves e Adriano deixavam quando apoiavam o ataque. Além de entrosamento, a defesa precisa entrar mais ligado no jogo, para evitar erros como o lance que resultou no 2º gol inglês, onde o Arouca toca mal para trás, e o Paulinho desatento não chega na bola.

Ronaldinho

Não fez uma boa partida, tentou uns lançamentos do qual errou praticamente todos, e ainda perdeu um pênalti no inicio do jogo. Porém, vale lembrar que é o 2º jogo dele no ano (jogou apenas o clássico contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro), ou seja, está sem ritmo de jogo. Deve render mais nos próximos jogos.

Armação

Além do Ronaldinho, o Felipão escalou o Oscar e o Neymar – um em cada ponta – para levar a bola ao Fabuloso (que aliás, não teve sequer uma oportunidade nos 45 minutos que esteve em campo). É um esquema interessante, mas não é o ideal, pois deixa o Neymar muito longe da área. No 2º tempo, quando o Oscar veio para a posição anteriormente ocupada pelo Ronaldinho, ele rendeu mais, com o Lucas jogando como gosta do lado direito – ele até demorou um pouco para aparecer no jogo, mas deu bons dribles e arrancadas, e é outro que deve render mais também nos próximos jogos.

Neymar

Bem marcado, teve pouco espaço para mostrar o futebol que estamos acostumados a ver no Santos. Está jogando de forma objetiva. Pega a bola, tenta um passe, um drible em direção ao gol, ou um chute sempre que tem oportunidade. Evoluirá bastante nestes amistosos.

Centroavante

Se o time vai jogar com um jogador de referência lá na frente, é importante que a bola chegue até ele – o que não aconteceu no primeiro tempo. O Luís Fabiano não recebeu UM passe sequer com oportunidade para chutar no gol. Já o Fred teve mais sorte, e com 4 minutos em campo, conseguiu fazer um gol e chutar outra bola na trave – o que o deixa em em vantagem na briga pela camisa 9.

  • E você, o que achou do jogo? Apesar da derrota, acha que foi uma boa estréia? O que precisa mudar? Viu algum ponto positivo? Comente!
Compartilhe!