Compartilhe!

Sisu

As vagas do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) do primeiro semestre de 2013 estão abertas para inscrições dos candidatos nesta segunda-feira (7). No Ceará, são ofertadas 8.296 vagas em três instituições de ensino superior: Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnolgia do Ceará (IFCE) e Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

A UFC irá ofertar, em 2013, um total de 6.264 vagas através do Sisu. As vagas estão distribuídas em 97 cursos de graduação nos campus de Fortaleza (74), Juazeiro do Norte (11), Sobral (8), Quixadá (3) e Barbalha (2). Além disso, a Instituição irá oferecer três novos cursos: as licenciaturas em Letras-Libras e Educação Física (noturno), em Fortaleza, e o bacharelado em Ciências da Computação, no campus de Quixadá.

Cronograma SISU 2013Já o IFCE disponibilizará 1.840 vagas distribuídas em 57 cursos nos campus de Fortaleza (15), Quixadá (3), Limoeiro do Norte (5), Sobral (5), Juazeiro do Norte (4), Maracanaú (3), Aracati (2), Jaguaribe (2), Acaraú (2), Canindé (4), Tianguá (1), Baturité (2), Iguatu (3), Crateús (1), Cedro (2), Crato (2) e Tauá (1).

Na Unilab, os estudantes terão 192 vagas disponíveis para o ingresso à instituição por meio do Sisu, distribuídas em 8 cursos no campus da Liberdade, em Redenção, no Maciço de Baturité.

As instituições públicas de ensino superior, que participam do Sisu, ofertam vagas em seus cursos duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo, aos candidatos mais bem classificados no Enem.

Enem:

Somente poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2013 o estudante que tenha participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de 2012 e que tenha obtido nota acima de zero na prova de redação.  De acordo com o MEC, mais de 90% das vagas nas universidades federais para 2013 serão ofertadas por meio do Enem. Todo o processo de inscrição, com exceção da matrícula dos candidatos selecionados, é feito exclusivamente pela internet.

No ato da inscrição, o candidato deverá especificar a modalidade de concorrência, já que ele poderá concorrer às vagas reservadas, a chamada “Lei das cotas”. Pela lei, as instituições federais de ensino superior devem reservar pelo menos 12,5% das vagas de cada curso e turno para estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas. Deste percentual, metade das vagas é para estudantes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo. Há também um percentual para estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas.

Fonte: G1

Compartilhe!