Compartilhe!
(Foto: Elizângela Santos)

(Foto: Elizângela Santos)

Um fóssil de camarão de mais de cem milhões de anos foi descoberto na Região do Cariri. Cientistas e pesquisadores apresentaram a peça na última quinta-feira (17), na  sede do Geopark Araripe, na cidade do Crato. A peça do período cretáceo é semelhante ao crustáceo do gênero que se conhece atualmente e foi  encontrado em escavações feitas no distrito de Jamacaru,  em Missão Velha, desde agosto de 2011.

O material foi identificado, em maio do ano passado, entre cerca de mil peças recolhidas por mais de 20 pesquisadores que participam da pesquisa. O trabalho de preparação foi minucioso, por isso a demora na divulgação do achado. A descoberta fará parte de uma publicação cientifica.

As escavações vinham sendo acompanhados por um dos maiores nomes da paleontologia brasileira, o pesquisador do Museu Nacional, Alexander Kellner, que foi homenageando dando nome cientifico ao material encontrado no Cariri – Kellnerius jamacaruensis – que também homenageia o distrito de Jamacaru, onde o mesmo foi encontrado.

Para os pesquisadores a descoberta é importante, pois este tipo de fossil é muito dificil encontrar fosseis de camarão, pois eles se decompõe com facilidade, ele deve ajudar a entender a evolução dos camarões atuais, encontrados nos rios aqui do nordeste.

Fonte: Jangadeironline

Compartilhe!