Compartilhe!

A Conferência Mundial de Telecomunicações Internacionais (WCIT, na sigla em inglês) com representantes de 193 países, incluindo o Brasil, começou nesta segunda-feira, dia 03, em Dubai, o objetivo é discutir e esclarecer o futuro da gestão da internet no mundo, as regulamentações internacionais de telecomunicações vigentes são do ano de 1988, quando a internet ainda nem existia.

Uma das novas propostas é transferir a gestão da internet para os governos de seus respectivos países, o que irá trazer diversas regras e restrições de conteúdo na rede, alguns países que pretendem transferir sua gestão são China, Russia e Irão. Por outro lado, outros países e empresas como a Google defendem o direito do acesso livre e sem restrições a rede.

Além disso, o acesso à rede será totalmente monitorado, e os dados enviados e recebidos pelos usuários poderão ser acessados a qualquer momento para fins ainda não revelados. Alguns governos estão preocupados com o crescimento constante das redes sociais, principalmente o Facebook, que leva informação a milhares de pessoas rapidamente, permitindo uma interação maior para organização de festas, eventos e até protestos.

Outra preocupação, é quem vai “bancar” a expansão da internet nos próximos cinco anos, a conta estimada para esse crescimento é de cerca de 800 bilhões de dólares, um dos acordos era que as “gigantes” da internet pagassem uma parte do acesso aos dados da rede, e nós a outra parte, mas isso ainda está sendo discutido. Com certeza surgirão novas propostas e regras, só espero que não termine como o Rio+20.

Compartilhe!